A paisagista Sara Palamoni explica como utiliza a técnica Feng Shui em seus projetos de paisagismo

Autor: Anita Cid - Data: 05/10/2010

A paisagista Sara Palamoni e sua sócia Meire Lemes

Sara Palamoni é especializada em projetos de diversos estilos residenciais e comerciais. Na área de design de interiores e paisagismo, possui plena capacitação para desenvolver ambientes funcionais e sofisticados, atendendo sempre o perfil de seus clientes. Vasto conhecimento em plantas ornamentais, reflorestamento e botânica. Consultora em Feng Shui trabalhando em conjunto com design de interiores e paisagismo. Tempo de atividade superior a 5 anos, publicações em revistas e guias relacionados a paisagismo e design de interiores, participação em mostras de paisagismo. Registro na Associação Brasileira dos Designers de Interiores.

AuE Soluções: Como você elabora seus projetos de paisagismo?

Sara: Elaboro meus projetos consultando livros de plantas ornamentais, revistas do seguimento e através da minha experiência e criatividade na escolha das plantas e materiais colocados nos projeto. Procuro sempre estar atualizada com os materiais que surgem no mercado e também estou sempre atenta ao perfil do cliente para quem estou projetando. Além disso é muito importante conhecer o espaço onde o jardim será executado, analisando fatores como ventilação, claridade, direção de sol e vento.

AuE Soluções: Como você faz a seleção de plantas para seus projetos? Qual a vantagem em se usar plantas ornamentais?

Sara: A seleção é feita baseada no perfil do cliente que tem preferência por algum estilo de jardim e através disso vou determinar as plantas que deste estilo melhor se adaptam ao ambiente que receberá o jardim. Usar plantas ornamentais é sempre muito comum na maioria dos jardins. Além delas podemos trabalhar com plantas medicinais e hortaliças, porém todas as plantas têm seu efeito ornamental sempre que colocada em um lugar que complemente a arquitetura da casa e o restante do jardim.

AuE Soluções: Qual a importância de uma manutenção constante e correta em um jardim? Como você desenvolve este trabalho?

Sara: É muito importante fazer a manutenção mensal do jardim, é com ela que podemos acompanhar o desenvolvimento das plantas, o surgimento de pragas, assim como fazer adubação e podas quando necessário. Este trabalho é realizado mensalmente sempre por um jardineiro especializado, e algumas vezes com acompanhamento de um paisagista.

AuE Soluções: Como o trabalho de design de interiores complementa o trabalho de paisagismo que você desenvolve?

Sara: O design de interiores completa o paisagismo no sentido de trazer tendências em móveis, ornamentos como lanternas, almofadas etc. Além disso, o profissional designer de interiores tem como ferramenta de trabalho a criatividade também presente na criação dos projetos de paisagismo, sendo assim, quanto mais qualificação o profissional tiver, melhor será seu projeto de paisagismo. Por isso é sempre bom estar atento a novos cursos e graduações.

Jardim criado com o software AutoLANDSCAPE

Jardim apresentado na Fiaflora ExpoGarden feito com o software AutoLANDSCAPE pela paisagista Sara Palamoni


AuE Soluções: Como é o trabalho de Feng Shui que você desenvolve e como ele agrega valor aos seus projetos de paisagismo?

Sara: O Feng Shui é uma técnica de harmonização chinesa que aplicamos a partir da planta do terreno onde a casa será (ou foi) construída. Nesta aplicação dividimos octogonalmente áreas do bagua como: sucesso, relacionamento, prosperidade, espiritualidade, família, amigos, trabalho e criatividade. Nesta divisão segundo a técnica faremos a harmonização utilizando as cores, plantas e aromas que potencializaram a harmonia dos ambientes e atraíram energias positivas para os moradores da casa. O paisagismo ideal para o Feng Shui será com espécies de grande porte do fundo da residência, espécies de médio porte nas laterais e de pequeno porte na fachada.

AuE Soluções: Como o paisagismo pode ser um importante fator de recuperação e preservação ambiental?

Sara: O paisagismo contribui muito para a renovação e umidificação do ar. Permite maior permeabilidade do terreno (exigência por norma técnica governamental) e sendo assim teríamos menos enchentes nas grandes cidades. Pensando assim, até a qualidade de vida das pessoas é beneficiada, além disso, o paisagismo mostra e impulsiona um instinto de preservação que acaba brotando na consciência das pessoas que desejam ter um espaço arborizado em suas casas.

AuE Soluções: Como esta atividade auxilia na manutenção da biodiversidade?

Sara: Podemos dizer que o paisagismo permite o desenvolvimento de uma grande variedade de espécies de plantas nativas ou não do Brasil e que com este desenvolvimento ele permite que outros seres vivos como insetos e animais possam também se desenvolver buscando seu alimento junto ao jardim, como por exemplo, a abelha que se alimenta do néctar das flores. Desta forma, diversos seres vivos passam a habitar o mesmo ecossistema.

AuE Soluções: Como os softwares da AuE Soluções lhe ajudam em seu dia a dia profissional?

Sara: Os softwares da AuE Soluções facilitam na apresentação de projetos bem definidos, de forma que os clientes possam conhecer melhor as plantas e materiais utilizados. Além de diminuirem o tempo utilizado no desenvolvimento de projeto.

Veja um projeto feito em AutoLANDSCAPE pela paisagista


Compartilhar:


Anterior Próximo

Biblioteca gratuita sobre paisagismo.

Comentar
Nome:
E-mail:
Comentário:
Avalie está matéria:



1 - Autor: Alexandre Magno de Melo Carrijo - Data: 15/03/2011 13:21:01

Oi Sara,

Gostei muito do jardim e parabens pela materia.



Abçs.



Alexandre



2 - Autor: Maria Cleuzade matos - Data: 31/10/2010 22:17:18

Adoro a narureza principalmente as flores e os animais TUDU E MARAVILHOSO .



3 - Autor: ABIGAIL PONTES - Data: 13/10/2010 19:51:01

O projeto tem um combinação de cores muito feliz. Além de harmonizar dá uma alegria ao ambiente.




Conversar no Whatsapp

X

Revista gratuita AuE Paisagismo


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!




Revista no seu E-mail

*
*
*