AuE Soluções entrevista o paisagista Gelico Pinheiro

Autor: Anita Cid - Data: 30/06/2007

Gelico Pinheiro é Engenheiro agrônomo formado pela Universidade Estadual de Maringá. Abriu seu primeiro escritório em 1994 na cidade de Foz do Iguaçu/PR. Mudou-se para Maringá/PR em 1999, onde, atualmente é responsável técnico da divisão de parques e jardins da empresa Oliveira Pinhiero, da qual é sócio fundador.

Como profissional, já elaborou projetos de parques e jardins em diversos segmentos, como: indústrias, agroindústrias, institucionais, residenciais, comerciais, loteamentos, condomínios horizontais, áreas de preservação, além de projetos específicos de modelagem de terreno. São mais de 1.500.000m2 de projetos em diversas localidades e modalidades de uso.

AuE: Como foi a escolha pela profissão?

Gelico: Durante a faculdade de agronomia percebi que era muito atraído por transformações de espaços, projetos e vegetações nativas. Depois de formado, percebi outro detalhe que era a minha paixão por centros urbanos. Uma descoberta conflitante no início, pois estava trabalhando no comércio de agro-químicos. Com seis meses de formado, resolvi parar tudo e abrir um escritório com a minha esposa Elza, engenheira civil voltada para projetos e execuções de obras minuciosamente detalhadas. Dentro da minha formação, estava encontrando ali uma maneira de participar do universo que mais me encantava com o exercício profissional de parques e jardins. A nossa junção profissional possibilita um atendimento amplo aos clientes, uma vez que as atribuições profissionais dos dois satisfazem as necessidades do mercado que atuamos.

AuE: Como o programa AutoLANDSCAPE te auxilia na elaboração de projetos paisagísticos?

Gelico: A produtividade na elaboração e a padronização dos projetos são os pontos mais importantes para nós. Utilizamos o AutoLANDSCAPE e percebemos claramente o retorno que ele nos proporciona por ser prático e funcional. Hoje, é o programa mais eficiente no auxilio de elaboração de projetos de paisagismo no Brasil.

AuE: Como você avalia a era do paisagismo auxiliado por computador?

Gelico: Está só no início. É um caminho sem volta e ainda teremos muitos avanços pois o computador é capaz de oferecer uma segurança muito grande, tanto para os profissionais no momento de elaborar uma proposta, quanto para os clientes ao avaliarem seu futuro investimento e o retorno que receberão. O paisagismo consiste em vender sonhos, idéias e bens que serão plenamente materializados a médio e longo prazo, por isso os recursos virtuais são tão importantes.

AuE: Como que é o mercado de paisagismo na região de Maringá?

Gelico: Maringá é uma cidade que tem sua história escrita em "verde", tanto no campo como no meio urbano. Há uma alma comum que busca realizar tudo com muito cuidado e muito zelo quando se trata de qualidade de vida. De origem simples e trabalhadora a população vem compreendendo cada vez mais a relação do custo/benefício que envolve o planejamento das áreas abertas. É um processo que teve uma aceleração nos últimos anos.

AuE: Existe comercialização de espécies típicas da região?

Gelico: As plantas regionais que comercializamos em vários estados brasileiros, são as árvores nativas das florestas semidecíduas da bacia do Paraná.

Para ver projetos do engenheiro Gelico Pinheiro


Compartilhar:


Anterior Próximo

Biblioteca gratuita sobre paisagismo.

Comentar
Nome:
E-mail:
Comentário:
Avalie está matéria:



1 - Autor: MARCOS - Data: 02/06/2012 23:48:09

exelente reportagem



2 - Autor: alejandro correa urquiza - Data: 25/11/2009

hola soy alejandro de Argentina, bs.as.quisiera saber los costos de los sofware y el curso a distancia, si estan en castellano y si se le pueden agregar plantas de aca, desde ya muchas gracias.




Conversar no Whatsapp

X

Revista gratuita AuE Paisagismo


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!




Revista no seu E-mail

*
*
*