Conheça melhor o vencedor do concurso de fotomontagem e inspire-se.

Autor: Harleoney Nogueira - Data: 19/04/2018

Heitor Liporacci
Capitular A AuE Software entrevistou Heitor Liporacci. O vencedor do concurso de fotomontagem profissional fala sobre a carreira de paisagista e seus desafios.

AuE Software: Conte-nos um pouco sobre sua empresa, como começou a sua carreira?

Sem dúvida alguma, minha graduação em Biologia teve um papel fundamental para que eu trabalhasse com plantas atualmente. Nessa época tive o prazer de participar de um grandioso projeto onde fiquei responsável pela coleta de espécies vegetais. A partir desse momento me encantei pelo mundo vegetal e toda minha vida acadêmica, até o término do meu Mestrado, foi direcionada para a área da Botânica. O paisagismo entrou na minha vida na época em que cursava o Mestrado em Botânica em Florianópolis-SC. Morando em uma cidade reconhecida internacionalmente por suas belezas naturais, pude despertar meu interesse pela paisagem urbana, pela ideia do convívio harmonioso entre cidade e natureza. E foi justamente lá que fiz o meu primeiro curso de paisagismo. Dalí em diante virou paixão, voltei para minha cidade no interior do estado de São Paulo e decidi que seguiria essa área profissionalmente. Atualmente estamos com uma loja física chamada H Plant paisagismo na cidade de São José do Rio Preto-SP, onde trabalhamos com vendas de produtos e prestação de serviço.

Heitor Liporacci


AuE Software: Como foi a experiência em participar do Concurso Internacional de fotomontagem em projetos de paisagismo com o software PhotoLANDSCAPE da AuE Software?

A experiência de participar do concurso foi incrível! É uma grande oportunidade de tornar o seu projeto público e ver qual a repercussão diante das pessoas. Cada comentário e cada curtida que recebi na foto significou muito pra mim que estou iniciando na área. O primeiro lugar no concurso serviu justamente como um grande incentivo para continuar aprendendo.


AuE Software: Apresente aos leitores o projeto que lhe deu o prêmio de primeiro lugar.

Quando fiquei sabendo do concurso já tinha em mente com qual projeto iria concorrer. Digo isso pois sempre tive um carinho especial por esse trabalho. Esse projeto é daqueles que eu queria na minha casa!! rsrs. O projeto foi elaborado para um setor da área de lazer de uma residência, em um condomínio fechado na minha cidade. Para o acesso dessa área eu projetei um extenso pergolado de eucalipto que vai do portão até o acesso da piscina. Para dar vida ao pergolado a majestosa trepadeira Jade-vermelha (Mucuna bennettii) foi escolhida, pensando já no efeito espetacular em sua época de floração. Para dar o fechamento e esconder o alambrado que delimita o terreno da casa das demais residências, optei pela Clusia (Clusia fluminensis), que confere um efeito belíssimo com suas folhas verde vibrantes. Entre o pergolado e a cerca-viva de Clusias optei por três Ravenalas (Ravenala madagascariensis) imponentes, buscando uma harmonização com a trepadeira Jade no quesito tropicalidade. Ao longo do deck como acabamento natural escolhi o Liríope (Ophiopogon jaburan). Ao final do pergolado, projetei uma área de descanso, composta por um banco de madeira e dois cachepôs com Crótons (Codiaeum variegatum). Ao fundo em um canto morto da casa, inseri uma parede vertical de samambaias (Nephrolepis sp) dando vida e volume a verticalidade do muro. Eu sou apaixonado pela vertente tropical, os jardins tropicais sempre me encantaram por suas cores, e pela variedade de espécies lindas que existem. A idéia desse projeto é de se sentir integrante da natureza.




AuE Software: Como foi a sua escolha pela profissão de paisagista? Quais as dificuldades que encontra e quais a maiores alegrias?

Inicialmente eu estava seguindo a área acadêmica, porém quando descobri o paisagismo, percebi uma grande oportunidade para conciliar o que já tinha de bagagem dentro da área da Botânica, como Biólogo, com um outro universo a ser descoberto. Essa ideia de liberdade que o paisagismo permite é algo que buscava para minha vida! É um trabalho gratificante levar a natureza para a vida das pessoas! Como toda profissão nada é um mar de rosas, existem sim as dificuldades e obstáculos. A minha principal dificuldade é desbravar uma área extremamente multidisciplinar, você necessita de noções técnicas de diversas áreas como arquitetura, engenharia, biologia e agronomia para conseguir definir um projeto. É preciso estar disposto a aprender diariamente, pois a cada dia surge uma nova dúvida. Por outro lado toda essa dificuldade me torna um profissional cada vez mais completo e capaz de atender e solucionar todas as necessidades do cliente. A recompensa de se trabalhar com paisagismo sem sombra de dúvidas é estar em contato com a natureza diariamente, ela te acalma com os olhos, te surpreende com um aroma, te alegra com uma florada, enfim, são diversas sensações proporcionadas pela principal colega de trabalho, a natureza!

AuE Software: Como você trabalhava antes de utilizar os nossos softwares? Qual a maior dificuldade que sentia?

Bem no início, antes mesmo de abrir a empresa, eu dava algumas sugestões de plantas aos clientes ou rabiscava algum croqui a mão, mas praticamente posso dizer que comecei a atuar já utilizando o PhotoLANDSCAPE. Como já sabia das minhas limitações fui em busca de alguma ferramenta que fosse mais prática para se trabalhar. Quando conheci o programa, me planejei para adquiri-lo e evitar futuros impasses na apresentação de projetos aos clientes. Foi um investimento que valeu muito a pena. Hoje tenho certeza que se não tivesse adquirido o programa, estaria tendo dificuldades para apresentar os projetos aos clientes.

(...)precisava buscar algo mais prático, rápido e que realmente desse uma noção fidedigna para o cliente de como o jardim ficaria depois de pronto. Foi ai que conheci o programa PhotoLANDSCAPE, o salvador dos paisagistas! rsrs.


AuE Software: Quais os ganhos que o PhotoLANDSCAPE lhe proporcionou em termos de tempo e qualidade?

Quando comecei a trabalhar com paisagismo me vi numa encruzilhada, por ser Biólogo, não dominava programas de paisagismo e entendia muito menos de planta baixa. Sendo assim, precisava buscar algo mais prático, rápido e que realmente desse uma noção fidedigna para o cliente de como o jardim ficaria depois de pronto. Foi ai que conheci o programa PhotoLANDSCAPE, o salvador dos paisagistas! rsrs. Com uma interface prática e uma completa biblioteca de itens, você consegue explorar ideias para compor um jardim em pouco tempo. No meu ponto de vista uma apresentação por fotomontagem convence muito mais do que uma apresentação em planta baixa. As pessoas estão cada vez mais exigentes, elas querem entender realmente como o seu jardim desejado vai ficar, por isso vejo o PhotoLANDSCAPE como uma ferramenta indispensável para quem quer iniciar na área de paisagismo. Depois que você adquire um certo domínio do programa, você consegue apresentar uma imagem de qualidade de forma prática e rápida.



AuE Software: Você vende itens e plantas? Você aplica esses itens nos projetos de fotomontagem, qual intenção com essa excelente ideia?

Atualmente temos nossa loja física, onde vendemos plantas, vasos e outros produtos. Sempre que faz sentido no projeto, faço questão de utilizar nossos produtos. Isso é uma forma de agregar valor no seu trabalho.


AuE Software: Qual o seu ponto de partida na criação de um jardim?

Meu ponto de partida para a criação de um jardim é, primeiro, o entendimento do local, segundo, o desejo do cliente. Você entendendo todas as variáveis em que o terreno está inserido (clima, intensidade luminosa, solo, nível, contexto arquitetônico, dentre outros condicionantes) somado com o desejo do cliente, você já consegue traçar uma primeira ideia da projeção do jardim.


AuE Software: Quais os maiores desafios para quem quer iniciar na área de paisagismo?

O maior desafio para os iniciantes nessa área é se deparar com uma profissão extremamente interdisciplinar, uma área que reúne competências de diversas áreas, principalmente Biologia, Agronomia, Arquitetura e Engenharia. É preciso entender que para se tornar um bom profissional, a vontade de aprender tem que ser diária e a busca por conhecimento e informação um hábito.



Heitor S. N. Liporacci
Biólogo (UFU)
Mestre em Biologia Vegetal (UFSC)

Veja também

  • Bromélias: Dicas do experiente produtor, Rômulo Cavalcanti.
  • Brómelias: 13 gêneros para você conhecer e cultivar
  • Luso Jardim: Como tudo começou
  • Como projetar jardins sem margem de erros: O segredo da Floricultura Espaço Jardim
  • O sucesso da Raizes da Terra com a tecnologia de fotomontagem
  • Lilian Lagos comenta os desafios e objetivos no mercado de Paisagismo do Chile
  • Laguismo: O que um lago ornamental oferece de benefício para um jardim?


    Compartilhar:



  • Biblioteca gratuita sobre paisagismo.


    ---
    Paisagismo digital: Tudo sobre paisagismo e Jardinagem
    Conheça os softwares da AuE
    Guia: Destaque-se no mercado de paisagismo
    AuE Network - descubra como usar o AutoLANDSCAPE e o PhotoLANDSCAPE como vitrine de seus produtos !
    Porque você precisa começar a utilizar um software para paisagismo agora!

    Inclua seu banner aqui

    Enquete
    Qual é o seu perfil?






     

    Todas as enquetes


    Conversar no Whatsapp