Paisagista Marcio Pottratz e o paisagismo de Gramado RS - Parte 1

Autor: Regina Motta - Data: 09/12/2015

Marcio Daniel Pottratz

Marcio Daniel Pottratz, tem um portfólio invejável, sendo Coordenador Técnico do Horto Municipal na Prefeitura de Gramado há quase 15 anos onde está reinventando paisagisticamente a cidade tendo seu trabalho com a equipe reconhecido em 2010 com o Prêmio da Cidade mais Florida do Rio Grande do Sul.

Posteriormente, 3º Prêmio Mérito Ambiental Henrique Luiz Roessler pela pesquisa e ensaio experimental de uso de biosólido no ajardinamento na cidade em parceria com a Corsan.

No ano de 2012 e mais recente o Prêmio Gestor Público 2015 pelo reconhecimento do Projeto Horta e Paisagismo Escolar implantado em 2004, na rede municipal de ensino, que hoje está integrada ao Programa Federal do FNDE, UNB-CET e FAO - Educando com a Horta Escolar e Gastronomia.

Mas vamos deixar que ele nos conte sobre seu trabalho:

AuE Paisagismo: : Como foi a sua escolha da profissão na área ambiental?

Desde pequeno vivenciava as atividades da agropecuária com meus pais, aos quais acompanhava diariamente em seus trabalhos com animais e cultivo de plantas.

Iniciei meus estudos com formação técnica em agropecuária na Escola Bom Pastor em Nova Petrópolis-RS onde tive a sorte de ser contemplado com uma bolsa de estudos, a qual exigia uma contra partida que era o ajardinamento da Praça Theodor Amstad, em Nova Petrópolis, local este em homenagem ao iniciador do cooperativismo de crédito no Brasil. Assim estudava na semana e trabalhava nos feriados e finais de semanas e férias escolares para fazer jus à bolsa de estudo por 3 anos consecutivos.

No ano de 1997 precisava prestar o estagio curricular obrigatório para concluir o curso técnico, então já exausto da rotina de cortar grama, limpar canteiro de flor, fazer plantio na praça, decidi efetuar meu estágio em uma granja de matrizes pesadas (aves de postura de corte para a produção e comercialização de pintos de corte).

Após estágio, precisando trabalhar para ganhar dinheiro para ajudar nas custas de casa, ouvi na rádio local uma oferta de emprego na Floricultura Úrsula estariam necessitando de operador de trator.

Após entrevista com proprietário Hans Hermann Hesse, foi proposto um desafio em que eu deveria passar por todos os setores para então, aonde tivesse melhor desempenho e se houvesse vaga, seria efetivado.

Sem ter nada a perder topei o desafio onde sou muito grato, pois o conhecimento que adquiri na escola era pouco ao que a empresa estava demandando, foi aí que iniciei uma caminhada em busca de conhecimento, me tornando um autodidata, e a cada dia sendo desafiado em busca de conhecimento em produção e comercio de plantas onde iniciei uma base sólida de conhecimento especifico.

Minha família neste momento também foi meu porto seguro, sempre me apoiavam e auxiliavam nas dificuldades que apareciam, dando o suporte fundamental para seguir em frente.

Já em 2001, o prefeito Pedro Bertolucci, na época, estava procurando técnico para atender uma demanda de produção de flores no Horto Municipal na cidade de Gramado, pois em sua gestão queria reinventar uma nova Gramado.

No ano de 2007, acrescentei nova formação de Técnico em Paisagismo junto a Escola Bom Pastor, onde era a primeira turma do curso e o primeiro a receber o diploma de formado.

Em 2009, o Prefeito Nestor Tissot proporcionou um novo desafio em transformar Gramado num imenso jardim, onde iniciei vários projetos e programas junto à Prefeitura de Gramado com o total apoio da administração até hoje. Na sequencia, em 2013, conclui a graduação em gestão ambiental e uma serie de cursos e aperfeiçoamentos a fim de atender a grande demanda de atividades pertinentes à função técnica pública.

Assim sendo, tudo foi se agregando a minha vida de forma natural e desafiadora, sendo que varias pessoas me acompanham nesta caminhada em transformar tudo um pouco melhor do que está.

AuE Paisagismo: Nossos leitores gostarão de saber sobre os projetos que desenvolve na Prefeitura Municipal de Gramado.

Desenvolvi vários projetos paisagísticos em conjunto com a grande equipe técnica multidisciplinar da Prefeitura, sendo de minha responsabilidade a parte vegetal com contribuições em layouts afim de ter adequação entre a arquitetura e paisagem.
Segue fotos de alguns projetos:

1 Revitalização Praça João Leopoldo Lied (Rótula das Bandeiras).

Revitalização Praça João Leopoldo Lied (Rótula das Bandeiras).



Revitalização Praça João Leopoldo Lied (Rótula das Bandeiras).



Revitalização Praça João Leopoldo Lied (Rótula das Bandeiras).



Revitalização Praça João Leopoldo Lied (Rótula das Bandeiras).



Revitalização Praça João Leopoldo Lied (Rótula das Bandeiras).



Revitalização Praça João Leopoldo Lied (Rótula das Bandeiras).



Revitalização Praça João Leopoldo Lied (Rótula das Bandeiras).



Estes projetos listados abaixo serão publicados na próxima edição de nossa Revista, em janeiro. Não perca! Você vai ficar encantado e com muita vontade de visitar Gramado!

2 Plantio de forrações anuais nos canteiros das árvores em varias ruas da cidade.

3 Ladeira das Flores

4 Revitalização Avenida Borges de Medeiros

5 Praça das Etnias

6 Revitalização Avenida das Hortênsias (obra em andamento)

7 Frente a Prefeitura na ultima nevasca 27/08/2013.

8 Revitalização da Praça das Rosas

AuE Paisagismo: Fale-nos sobre os Projetos que resultaram em premiações.

Três projetos foram premiados, sendo o primeiro a Cidade mais florida do Rio Grande do Sul em 2010 que visa transformar Gramado num imenso jardim, o que estimulou vários outros municípios a terem uma nova visão que com poucos recursos é possível embelezar preservando a identidade local.

Os critérios que foram utilizados para avaliação: riqueza e harmonia de cores das plantas; variedade e densidade da floração; extensão, impacto visual, originalidade, localização estratégica e perenidade das espécies; enquadramento na malha urbana, inclusive de jardins privados; estado fitossanitário aparente das flores e plantas; integração dos jardins a boas práticas de educação ambiental; uso de compostagem de resíduos orgânicos; especificidades e características regionais e/ou municipais, quanto às espécies de plantas utilizadas; e fomento à geração de empregos e à produção municipal, regional ou estadual de flores e a outros integrantes da sua cadeia produtiva.


Na foto acima Prefeito Nestor Tissot recebendo a premiação com a coordenadora do concurso e representante do Governo do Estado.

Outra e mais recente premiação foi iniciada em 2004, e visa a implantação de Hortas Escolares, bem como a melhoria de seus pátios a fim de estimular o aprendizado, além de zelar pelos hábitos alimentares, importantes e fundamentais para o desenvolvimento dos educandos.

Todo o conteúdo é desenvolvido de forma a proporcionar a interação entre escola, alunos e pais, onde vários educandos aprenderam como produzir sua hortaliça, tempero e ou chás na escola em pequenos espaços e executam em suas residências proporcionando uma nova concepção de qualidade de vida.

Lançamento do Projeto Hortas Escolares em 2004


Projeto Hortas Escolares - Lançamento do Projeto em 2004.

Equipe municipal multidisciplinar de coordenadores pedagógico e nutricional


Projeto Hortas Escolares - Equipe municipal multidisciplinar de coordenadores pedagógico, nutricional, e ambiente horta.

Projeto Hortas Escolares - Ambiente horta


Projeto Hortas Escolares - Ambiente horta

Projeto Hortas Escolares - Equipe municipal multidisciplinar de coordenadores pedagógico, nutricional, e ambiente horta


Projeto Hortas Escolares - Equipe municipal multidisciplinar de coordenadores pedagógico, nutricional, e ambiente horta.

Projeto Hortas Escolares - Equipe comemorando os resultados


Projeto Hortas Escolares - Equipe comemorando os resultados.

Projeto Hortas Escolares


Projeto Hortas Escolares - Um dos resultados esperados: satisfação da colheita.

Outro projeto foi desenvolvido em parceria com a Corsan referente ao aproveitamento de resíduo de estação de tratamento de esgoto chamado tecnicamente de Biosólido, onde estudamos a viabilidade de ser usado no ajardinamento da cidade visando a redução de custos na compra de fertilizantes e de destinação deste resíduo sólido, além do ganho ambiental proporcionado.

Prêmio Ambiental



AuE Paisagismo: Você é usuário de todos os nossos softwares: AutoLANDSCAPE, PhotoLANDSCAPE, HydroLANDSCAPE e LandMANAGER, o que nos diz sobre eles?

Utilizo desde 2004 estes softwares no desenvolvimento de projetos, eles diminuíram o tempo de elaboração e gratificação, sem contar com a agilidade de manipulação de dados que é muito importante, tanto para o setor público quanto privado.

Estou utilizando o LandMANAGER em versão beta, acredito ser um grande avanço na questão de planejamento das atividades de cada projeto.
É um programa inovador que vem para preencher uma deficiência em software nesta área de planejamento e gerenciamento administrativo relacionado à prestação de serviços quanto à elaboração de projeto paisagístico propriamente dito.


Vamos continuar a nossa conversa com o Márcio Pottratz na próxima revista e você vai ter mais informações sobre seu trabalho em Gramado, O Horto Municipal, As Hortas Escolares e muito mais! Aguarde!

Veja também:
* Suzana Maluhy e a Sumaúma Paisagismo Sustentável
* Paisagista Maurício Estellita e a arte da paisagem


Compartilhar:


Anterior Próximo

Biblioteca gratuita sobre paisagismo.

Comentar
Nome:
E-mail:
Comentário:
Avalie está matéria:



---
Entrevista
Suzana Maluhy e a Sumaúma Paisagismo Sustentável
Suzana Maluhy e a Sumaúma Paisagismo Sustentável

O conceito de paisagismo sustentável se aplica a todo projeto que visa, além da questão de mobilidade e estética, o impacto positivo no meio ambiente.

Paisagista Marcio Pottratz e o paisagismo de Gramado RS - Parte 1
Paisagista Marcio Pottratz e o paisagismo de Gramado RS - Parte 1

Prêmio da Cidade mais Florida do RS, 3º Prêmio Mérito Ambiental, Prêmio Gestor Público 2015

Dicas Técnicas
PhotoLANDSCAPE 2016: Fotomontagem passo-a-passo na versão 2016 - Parte 3 de 3
PhotoLANDSCAPE 2016: Fotomontagem passo-a-passo na versão 2016 - Parte 3 de 3

Veja o tutorial de desenvolvimento de fotomontagem, passo-a-passo, com o PhotoLANDSCAPE 2016

AutoLANDSCAPE 2016: Escolha de itens e modos de inserção no projeto - parte 2 de 7
AutoLANDSCAPE 2016: Escolha de itens e modos de inserção no projeto - parte 2 de 7

Segunda parte do tutorial de desenvolvimento de projeto paisagístico, passo-a-passo, com o AutoLANDSCAPE 2016

AuE Paisagismo 2016: Veja como gerar o manual dos softwares
AuE Paisagismo 2016: Veja como gerar o manual dos softwares

Veja como gerar o manual dos programas de paisagismo e irrigação para impressão ou PDF

HydroLANDSCAPE 2016: Trabalhando com mais de uma bomba
HydroLANDSCAPE 2016: Trabalhando com mais de uma bomba

Veja neste tutorial como trabalhar com mais de uma origem de água no HydroLANDSCAPE

Ecologia
Primeira Parada de Ônibus Ecossustentavel de SC
Primeira Parada de Ônibus Ecossustentavel de SC

Inovação e exemplo, conheça a primeira parada de ônibus ecossustentável de SC

Notícias
A flor do ano no "RHS Chelsea Flower Show"
A flor do ano no "RHS Chelsea Flower Show"

Este ano, 2015, a flor escolhida foi a Viburnum plicatum "Kilimanjaro Sunrise"

Jardins Históricos de Juiz de Fora
Jardins Históricos de Juiz de Fora

Conjunto Arquitetônico e paisagístico Usina de Marmelos, Parque Halfeld, Parque do Museu Mariano Procópio.

Mensagem de Boas Festas da Equipe Aue Software
Mensagem de Boas Festas da Equipe Aue Software

Mensagem de Boas Festas da Equipe Aue Software

Arquivo
Edição Anterior

Revista AuE Paisagismo Ano 12 No 138 / Novembro de 2015

Conteúdo completo

Lista com todas as Edições da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10

Matérias mais comentadas da revista

Projetos
Lista de Projetos

Lista com Todos os Projetos da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10 de Projetos

Lista com 10 projetos mais comentados

Agenda
Agenda

Agenda de Eventos de Paisagismo

Conversar no Whatsapp

X

Revista gratuita AuE Paisagismo


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!




Revista no seu E-mail

*
*
*