PhotoLANDSCAPE 2016: Fotomontagem passo-a-passo na versão 2016 - Parte 3 de 3

Autor: Marcelo Almeida - Data: 21/10/2015



Na edição de outubro/2015 da revista, iniciamos uma série de três matérias de demonstração das ferramentas do PhotoLANDSCAPE através do tutorial de elaboração de uma fotomontagem. Na primeira das três matérias, vimos como a ferramenta carimbo é utilizada, ao passo que, no último mês, detalhamos o processo de troca de céu, troca de matiz e inserção de formas 3D. Nesta edição, seguiremos com a finalização da fotomontagem, trabalhando o paisagismo do canteiro do Morro do Imperador, em Juiz de Fora.

Para o paisagismo do canteiro, foi escolhida a grama de código ZOMA, que pode ser acessada através da busca pela coluna da direita, trocando a marcação de "mobiliários" para seção "plantas". Antes, contudo, é preciso traçar um polígono na região do canteiro, marcando com o botão esquerdo do mouse os pontos - é importante lembrar que quanto mais pontos você fizer, mais opções de edição por pontos vai ter, o que possibilitará um melhor ajuste do polígono no canteiro (figura 1).


 Figura 1: Criando e editando polígonos no PhotoLANDSCAPE 2016


Figura 1: Criando e editando polígonos no PhotoLANDSCAPE 2016


Com o polígono traçado, clique sobre a grama ZOMA, que preencherá seu interior. Editando os pontos, você atingirá o encaixe perfeito do polígono no canteiro, e, com a alteração das opção de ajuste de brilho e contraste, a luminosidade da grama ficará adequada à foto original. Na barra de ferramentas há a opção "editar", que te levará a uma janela onde há apenas o polígono com a grama. Clicando sobre ele você habilita a janela de alteração de dimensões, onde você ajusta a dimensão da grama no polígono, ferramenta que em muitos casos resolve o problema de perspectiva nas formas. Encerrada a edição, basta clicar em "finalizar edição" e o programa o levará de volta à fotomontagem (figura 2).


 Figura 2: Editando polígono preenchido no PhotoLANDSCAPE 2016


Figura 2: Editando polígono preenchido no PhotoLANDSCAPE 2016


Seguimos inserindo um contorno orgânico no canteiro com pedras ornamentais. Para isso, criamos um polígono seguindo os mesmos procedimentos anteriores, mas, se antes utilizamos a ferramenta "polígono", agora utilizaremos a opção "spline", logo abaixo (figura 3).


 Figura 3: localizando a ferramenta spline no PhotoLANDSCAPE 2016


Figura 3: localizando a ferramenta spline no PhotoLANDSCAPE 2016

Traçando os pontos formando curvas, ainda que não fiquem perfeitas, é possível, na edição, ajustar a posição dos pontos traçados a fim de alcançar formas harmônicas e ajustadas à perspectiva da imagem (figura 4).


 Figura 4: Editando curvas no PhotoLANDSCAPE 2016


Figura 4: Editando curvas no PhotoLANDSCAPE 2016

Sem selecionar o polígono, localize na coluna da direita, trocando a marcação para "pisos", o piso de código MC.AE1 e clique sobre ele. Com a imagem na tela, clique em mosaico na extrema direita da barra de formatação (figura 5), e selecione o polígono orgânico criado. Selecionando novamente o polígono, na barra superior de formatação você altera a escala e a distância da forma, alcançando um posicionamento realista do piso na imagem (figura 6).


 Figura 5: Inserindo piso como mosaico no PhotoLANDSCAPE 2016


Figura 5: Inserindo piso como mosaico no PhotoLANDSCAPE 2016

 Figura 6: Editando piso como mosaico no PhotoLANDSCAPE 2016


Figura 6: Editando piso como mosaico no PhotoLANDSCAPE 2016


Para a criação de uma pequena elevação do terreno, o caminho é inserir um plano 3D, na aba "inserir" na barra de ferramentas localizada no topo da área de trabalho do PhotoLANDSCAPE (figura 7).


 Figura 7: Inserindo um plano 3D no PhotoLANDSCAPE 2016


Figura 7: Inserindo um plano 3D no PhotoLANDSCAPE 2016


Após inserir o plano, localize a mesma grama utilizada no canteiro, de código ZOMA, que se transformará no plano inserido. O procedimento de ajuste do plano 3D é o mesmo do ajuste do banco, utilizando sempre o scroll wheel e o botão direito do mouse. Após o posicionamento correto do plano, em harmonia com a perspectiva e inclinação do canteiro, desabilite a janela vermelha de edição com o botão ENTER e, mudando para a aba "formatação", faça com o polígono uma forma para recortar o plano, reduzindo seu tamanho. Ao clicar ENTER, uma janela perguntará se você deseja recortar, clique em SIM (figura 8).


 Figura 8: Fazendo cortes no plano 3D no PhotoLANDSCAPE 2016


Figura 8: Fazendo cortes no plano 3D no PhotoLANDSCAPE 2016


Clicando novamente sobre o polígono e em seguida em "editar", a janela de edição te levará às opções de elevação/rebaixamento de terreno, na extrema direita da barra de formatação; clique no ícone com uma seta para cima, para criar as elevações no terreno. Selecione as configurações de dimensões desejadas (alturas máximas e mínimas) e, com cliques sobre o plano com o botão esquerdo do mouse, produza as elevações desejadas (figura 9).


 Figura 9: Criando elevações no plano 3D no PhotoLANDSCAPE 2016


Figura 9: Criando elevações no plano 3D no PhotoLANDSCAPE 2016


Ao terminar, clique em "finalizar edição" para retornar à área de trabalho do programa. Ajustando o brilho e o contraste de maneira semelhante aos processos anteriores, você atingirá a configuração de luminosidade do plano em um nível próximo à do canteiro.

Terminadas todas as intervenções no terreno da foto original, que a esta altura se diferencia em muito do resultado obtido, a última etapa é a adição das plantas do projeto de paisagismo. Para esta fotomontagem, escolhemos as bromélias de código VRSA - 102441 e AEDI - 101161 para o centro do canteiro, e o arbusto de código BRNI2 - 101148 junto da herbácia de código ACST - 102680 no fundo do canteiro, onde o carimbo foi utilizado. Para inserir as plantas basta localizá-las na coluna da direita, marcando novamente a categoria "plantas". Após ajustar sua dimensão de acordo com a escala da foto original utilizada, posicione-as onde achar conveniente, ajustando seu brilho e seu contraste de acordo com a luminosidade do ambiente. Na barra de formatação é possível estabelecer ajustes de sombra , que conferem à fotomontagem melhor acabamento e realismo. Essa opção é válida também para outros objetos inseridos no PhotoLANDSCAPE, além das plantas (figura 10).


 Figura 10: Editando sombras de objetos no PhotoLANDSCAPE 2016


Figura 10: Editando sombras de objetos no PhotoLANDSCAPE 2016


Com a utilização das ferramentas básicas do software aqui demonstradas, é possível ao projetista criar fotomontagens realistas e que traduzirão, através de imagens, as ideias e concepções presentes no projeto de paisagismo, possibilitando ao cliente visualizar de maneira mais direta os futuros resultados do projeto. Embora não tenha sido o objetivo esgotar aqui em análise todas as ferramentas do programa, em poucos passos foi possível transformar visivelmente a aparência da foto original, obtendo como resultado um projeto capaz de espelhar com considerável fidelidade as intenções do paisagista (figura 11).


 Figura 11: Fotomontagem finalizada


Figura 11: Fotomontagem finalizada

Veja também
* PhotoLANDSCAPE 2016: Fotomontagem passo-a-passo na versão 2016 - Parte 3 de 3
* PhotoLANDSCAPE 2016: Fotomontagem passo-a-passo na versão 2016 - Parte 2 de 3
* PhotoLANDSCAPE 2016: Fotomontagem passo-a-passo na versão 2016 - parte 1 de 3


Compartilhar:



Softwares para paisagismo e irrigação.

Comentar
Nome:
E-mail:
Comentário:
Avalie está matéria:



---
Entrevista
Suzana Maluhy e a Sumaúma Paisagismo Sustentável
Suzana Maluhy e a Sumaúma Paisagismo Sustentável

O conceito de paisagismo sustentável se aplica a todo projeto que visa, além da questão de mobilidade e estética, o impacto positivo no meio ambiente.

Paisagista Marcio Pottratz e o paisagismo de Gramado RS - Parte 1
Paisagista Marcio Pottratz e o paisagismo de Gramado RS - Parte 1

Prêmio da Cidade mais Florida do RS, 3º Prêmio Mérito Ambiental, Prêmio Gestor Público 2015

Dicas Técnicas
PhotoLANDSCAPE 2016: Fotomontagem passo-a-passo na versão 2016 - Parte 3 de 3
PhotoLANDSCAPE 2016: Fotomontagem passo-a-passo na versão 2016 - Parte 3 de 3

Veja o tutorial de desenvolvimento de fotomontagem, passo-a-passo, com o PhotoLANDSCAPE 2016

AutoLANDSCAPE 2016: Escolha de itens e modos de inserção no projeto - parte 2 de 7
AutoLANDSCAPE 2016: Escolha de itens e modos de inserção no projeto - parte 2 de 7

Segunda parte do tutorial de desenvolvimento de projeto paisagístico, passo-a-passo, com o AutoLANDSCAPE 2016

AuE Paisagismo 2016: Veja como gerar o manual dos softwares
AuE Paisagismo 2016: Veja como gerar o manual dos softwares

Veja como gerar o manual dos programas de paisagismo e irrigação para impressão ou PDF

HydroLANDSCAPE 2016: Trabalhando com mais de uma bomba
HydroLANDSCAPE 2016: Trabalhando com mais de uma bomba

Veja neste tutorial como trabalhar com mais de uma origem de água no HydroLANDSCAPE

Ecologia
Primeira Parada de Ônibus Ecossustentavel de SC
Primeira Parada de Ônibus Ecossustentavel de SC

Inovação e exemplo, conheça a primeira parada de ônibus ecossustentável de SC

Notícias
A flor do ano no "RHS Chelsea Flower Show"
A flor do ano no "RHS Chelsea Flower Show"

Este ano, 2015, a flor escolhida foi a Viburnum plicatum "Kilimanjaro Sunrise"

Jardins Históricos de Juiz de Fora
Jardins Históricos de Juiz de Fora

Conjunto Arquitetônico e paisagístico Usina de Marmelos, Parque Halfeld, Parque do Museu Mariano Procópio.

Mensagem de Boas Festas da Equipe Aue Software
Mensagem de Boas Festas da Equipe Aue Software

Mensagem de Boas Festas da Equipe Aue Software

Arquivo
Edição Anterior

Revista AuE Paisagismo Ano 12 No 138 / Novembro de 2015

Conteúdo completo

Lista com todas as Edições da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10

Matérias mais comentadas da revista

Projetos
Jardim de Pedra

Paisagista Osmar da Silva e Paulo Henrique Góes

Lista de Projetos

Lista com Todos os Projetos da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10 de Projetos

Lista com 10 projetos mais comentados

Agenda
Agenda

Agenda de Eventos de Paisagismo

Conversar no Whatsapp +55 (32) 9 9138-8279

X

Revista gratuita AuE Paisagismo


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!




Revista no seu E-mail

*
*
*