AuE Soluções participa do III Seminário Internacional de Paisagismo

Autor: Adriana Corrêa - Data: 10/06/2005

A AuE Soluções apóia pela segunda vez consecutiva o III Seminário Internacional de Paisagismo, que aconteceu nos dias 02 e 03 de junho, em São Paulo. O tema deste ano foi Design e Natureza. O evento, promovido pelo Senac/SP, reuniu arquitetos, engenheiros agrônomos, paisagistas, técnicos, estudantes e profissionais de áreas afins de diversas partes do Brasil e do exterior.

O arquiteto Paulo Eduardo Bracher Jr. destacou a palestra sobre o uso de trepadeiras no paisagismo, do engenheiro agrônomo Harri Lorenzi, como uma das principais atrações do evento. Abaixo os três tipos de plantas usadas como trepadeiras, segundo o especialista em vegetação brasileira.

- LIANAS: Designação comum a diversas trepadeiras lenhosas, epífitas, de caule extenso, que abundam nas florestas tropicais. São as trepadeiras propriamente ditas; aquelas que sobem em algo (volúveis) ou se agarram em um suporte (fixadoras).

- ESCANDENTES: aglutinantes (grudam) e apoiantes (se apóiam em alguma coisa e, se não for possível, não se apóiam em nada).

- RASTEIRAS: decumbentes (voltadas para o solo) e sarmentosas (o caule cresce indefinidamente, rente ao solo ou a um suporte, mas fixado em um único ponto).


- Algumas espécies de trepadeiras exóticas mais cultivadas no Brasil: Thunbergia grandiflora, Thunbergia mysorensis, Trachelospermum jasminoides, Syngonium, Stephanotis floribunda, Podranea ricasoliana, Saritaea magnifica, Pereskia aculeata, Lonicera japonica, Senecio confusus, Argyrea nervosa, Gelsemium sempervirens, Fícus pumila, Jasminum azoricum, Clerodendron, Congea tomentosa.

- Algumas espécies de trepadeiras nativas mais cultivadas: Allamanda cathartica, ALBL, Philodendron hederaceum, Philodendron imbe, Aristolochia gigantea, Cuspidaria convoluta, Pyrostegia venusta (de flor laranja), Combretum fruticosum, Merremia tuberosa, Turbina corymbosa, Bougainvillea spectabilis, Bougainvillea glabra

Harri Lorenzi citou, ainda, algumas espécies pouco utilizadas, mas que apresentam grande potencial paisagístico: Peltastes peltatum, Schubertia grandiflora, Anthurium pentaphyllum, Mandevilla, Monstera adamsonii, Philodendron alternans, Philodendron bipenifolium, Philodendron burle-marxii, Philodendron spiritus-sancti, Philodendron tripartitum, Begonia radicans, Camptosema grandiflora, Fuchsia regia, Passiflora, Manettia coccinea, Tropaeolum pentaphyllum, Petrea subserrata, Pyrostegia venusta (de flor amarela).


Acima, uma imagem da palestra

Todos os participantes receberão o CD-ROM com o conteúdo das palestras, ilustrações dos projetos e fotos do acontecimento. O objetivo da AuE Soluções ao apoiar essa iniciativa é contribuir para a promoção do intercâmbio de conhecimentos relacionados ao tema.

*Informações no Senac/SP pelo telefone (11) 3662-2152.


Compartilhar:


Anterior Próximo


Comentar
Nome:
E-mail:
Comentário:
Avalie está matéria:



---
Entrevista
Coluna do Usuário
Dicas Técnicas
Novidades
Arquivo
Edição Anterior

Revista AuE Paisagismo Ano 1 No 12 / Maio de 2005

Conteúdo completo

Lista com todas as Edições da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10

Matérias mais comentadas da revista

Projetos
Projeto em um sítio

ALESSANDRA VILLELA PAISAGISMO LTDA - ME

Lista de Projetos

Lista com Todos os Projetos da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10 de Projetos

Lista com 10 projetos mais comentados

Agenda
Agenda

Agenda de Eventos de Paisagismo

Conversar no Whatsapp

X

Revista gratuita AuE Paisagismo


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!




Revista no seu E-mail

*
*
*