O trabalho de Cláudia Ortiz com macro paisagismo

Autor: Jéssica de Souza - Data: 07/01/2022

Cláudia Ortiz

Iniciamos o ano de 2022 com a engenheira florestal e paisagista Cláudia Ortiz. Ela vem apresentar seu projeto Praça da Saudade, premiado no 3º Concurso Internacional de Paisagismo com VisualPLAN, e sobre os benefícios do paisagismo em macro escala.



Aue Paisagismo: Fale sobre você, de onde surgiu o interesse por paisagismo e sua trajetória profissional.

Cláudia Ortiz: A botânica sempre foi uma paixão, por isso escolhi a engenharia florestal como formação profissional. Atuei nas áreas de reflorestamento tanto com espécies exóticas (produção de papel) como nativas (matas ciliares na bacia do Rio Paranapanema). A paisagem sempre foi uma referência na minha vida e eu sempre trabalhei em áreas em grandes escalas. Iniciei especificamente o paisagismo em um escritório cuja atuação era exatamente o trabalho voltado para projetos públicos e privados.


Aue Paisagismo: Soube que você trabalha com o macro paisagismo. O que é macro paisagismo?

Cláudia Ortiz: O macro paisagismo é o planejamento, projeto e implantação de paisagismo voltado para grandes áreas públicas ou privadas como condomínios, parques, praças e avenidas.


”Paisagismo na área urbana(...)São ilhas de bem estar e convivência social de diferentes faixas etárias, o que economicamente traz a valorização imobiliária e do comércio em seu entorno.” - Cláudia Ortiz



Aue Paisagismo: Que benefícios o paisagismo pode trazer para estas grandes áreas?

Cláudia Ortiz: O paisagismo na área urbana tem abrangência ambiental, social e econômica. Do ponto de vista ambiental há o aumento das áreas permeáveis nas cidades, que quando associado às árvores trazem melhoria do microclima local, diminuindo a poluição sonora e sendo fonte de alimento e espaço de nidação para as aves. São ilhas de bem estar e convivência social de diferentes faixas etárias, o que economicamente traz a valorização imobiliária e do comércio em seu entorno.


Aue Paisagismo: O macro paisagismo realizado em espaços públicos deve ter toda uma burocracia no sentido de plantas que não podem ser usadas, cuidados com construção, entre outros. O que é preciso para projetar nestes espaços?

Cláudia Ortiz: Para a vegetação alguns cuidados devem ser adotados, essencialmente evitar o uso de espécies tóxicas e com espinhos em locais de grande circulação. O mesmo vale para árvores e palmeiras, nas quais se devem ser implantadas espécies adequadas, que não se tornem no futuro fonte de conflito com a estrutura urbana.


Aue Paisagismo: Recentemente você finalizou um paisagismo para uma praça, como foi que surgiu o convite para realizar o projeto?

Cláudia Ortiz: Eu trabalho na Prefeitura Municipal de Extrema no sul de Minas Gerais desde 2019. Sou gestora do eixo de paisagismo na Secretaria de Turismo que tem o objetivo de realizar a manutenção do paisagismo em prédios públicos, vias, parques e praças. Utilizamos o paisagismo como uma ferramenta para preparação de Extrema como um destino turístico, por isso diferentes projetos estão em curso como este da Praça da Saudade. Este local estava bastante deteriorado e após a conclusão das obras de seu entorno, certamente a praça se transformará num importante espaço de convivência para a população e visitantes.


Aue Paisagismo: Fale um pouco sobre ele.

Cláudia Ortiz: A Praça da Saudade tornou-se mais um importante espaço na região central para a população. Para o Turismo será um local de realização da Feira do Produtor Rural e Produção Associada.

No local havia exemplares adultos de árvores das espécies Sibipiruna e Ipê rosa que passaram por tomografias e que após a verificação das condições mecânicas das mesmas, a grande maioria foi incorporada.

O projeto arquitetônico posteriormente foi concebido, assegurando raio mínimo de volume de solo para as árvores remanescentes através da adoção de canteiros elevados.

O paisagismo levou em consideração a luminosidade e uso futuro do espaço, por isso foram utilizados poucos elementos verticais (segurança pública), sendo destes poucos utilizados com grande apelo arquitetônico, como o Pandanus utilis, que foi transplantado de outro local da cidade para ser um dos destaques na nova Praça. Basicamente foram utilizadas espécies de forrações com diferentes cores, as matizes de verde foram predominantemente as variegatas, para trazerem mais luz sob a copa das árvores.


Praça da Saudade finalizada - Dez.2021, Extrema - MG.
Fonte: Cláudia Ortiz




Aue Paisagismo: De onde veio a inspiração para o paisagismo inserido no local?

Cláudia Ortiz: Cada profissional acaba desenvolvendo mecanismos para conceber seus projetos, mas como as praças são locais de grande visitação, sempre procuro mexer com a memória afetiva das pessoas, além de propiciar a experiência sensorial através do emprego de espécies com perfumes, cores, texturas ou arquiteturas diferentes.


Aue Paisagismo: Quais foram os principais focos de melhoria local?

Cláudia Ortiz: Sem dúvida os principais focos de melhoria do local foram o aproveitamento das árvores remanescentes e a manutenção de todos os seus serviços ambientais. Uma prioridade para os projetos é a adoção da irrigação, pois além da qualidade dos jardins, o sistema permite o uso racional do recurso hídrico.


Aue Paisagismo: Quais foram as etapas do projeto?

Cláudia Ortiz: Projeto de paisagismo:
- Diagnóstico da vulnerabilidade de queda das árvores locais através de tomografia;
- Estudo do entorno, usos do espaço pelo turismo e consultas à população local;
- Projeto básico e apresentação para um comitê interno;
- Projeto executivo e compartilhamento com a população local;
- Manejo arbóreo e transplantes;
- Implantação plantas e irrigação automatizada.


Projeto Praça da Saudade - VisualPLAN.
Fonte: Cláudia Ortiz




Aue Paisagismo: E qual o maior desafio que teve no processo?

Cláudia Ortiz: O maior desafio foi à preparação geral e o processo de transplante do exemplar do Pandanus. Outra questão importante nos espaços de praças com canteiros bem definidos é substituir a grama convencional por outras forrações integralmente.


Aue Paisagismo: Agora quem fica responsável pela manutenção do local?

Cláudia Ortiz: A gestão e manutenção são da responsabilidade da Secretaria de Turismo, onde o eixo de paisagismo é responsável pela limpeza, organização, irrigação, segurança e manutenção do paisagismo implantado.


”O VisualPLAN foi uma ferramenta importante para o estudo da volumetria do entorno (...) A ferramenta também auxiliou nas apresentações internas à comunidade.” - Cláudia Ortiz.



Aue Paisagismo: Onde o software VisualPLAN te auxiliou no trabalho?

Cláudia Ortiz: O VisualPLAN foi uma ferramenta importante para o estudo da volumetria do entorno, orientando, por exemplo, o uso do Cipreste na Av. da Saudade (extensão da Praça). A ferramenta também auxiliou nas apresentações internas à comunidade, retratando as escalas, disposição dos mobiliários urbanos e revestimentos.


Aue Paisagismo: Para finalizar, quais são as perspectivas para o paisagismo em 2022?

Cláudia Ortiz: Temos projetos de 11 novas praças, sendo que algumas passarão por processo de revitalização; implantação de arborização e paisagismo em avenidas e atrativos turísticos.

- - - - - - - - - -

Saiba mais sobre o projeto no link Praça da Saudade.


Veja também:
Guilherme Marques Mattos e o paisagismo em Shopping Center
Entrevista com Roberto Reis, Pool Designer de SP
O Paisagismo Vertical de Cláudia Cândido Moscardini


Compartilhar:


Anterior Próximo

eBook: Planta baixa técnica x Planta humanizada em paisagismo

Comente esta matéria:
Nome:
E-mail:
9 + 3 = ?
Digite o seu comentário sobre a matéria:
Qual a sua avaliação sobre esta matéria ?



---
Entrevista
O trabalho de Cláudia Ortiz com macro paisagismo
O trabalho de Cláudia Ortiz com macro paisagismo

A paisagista fala os benefícios que ele traz às cidades e mostra como funciona o processo deste tipo de paisagismo aplicado às praças.

Botânica
Biodefensivos: uma alternativa sustentável, segura e acessível
Biodefensivos: uma alternativa sustentável, segura e acessível

Saiba mais sobre essa alternativa que ajuda no controle das temidas pragas do jardim.

Ensino de paisagismo
Adiamento do Curso Presencial Aue Software 2022
Adiamento do Curso Presencial Aue Software 2022

Devido ao atual quadro de Covid-19 a AuE Software decidiu alterar a data da realização do curso presencial.

Ebooks AuE Software para Paisagismo e Irrigação
Ebooks AuE Software para Paisagismo e Irrigação

Material gratuito com dicas de plantas para usar em jardins, marketing para paisagismo e ferramentas que irão otimizar seu projeto.

AuE Network
Coleção de árvores para download - Árvores 2022-1
Coleção de árvores para download - Árvores 2022-1

Veja a primeira de 3 coleções de árvores para download no AuE Network, que vamos publicar a partir deste mês.

Coleção de Herbáceas para download - Herbáceas 2022-1
Coleção de Herbáceas para download - Herbáceas 2022-1

Veja a primeira de 3 coleções de Herbáceas para download no AuE Network, que vamos publicar a partir deste mês.

Dicas Técnicas
AutoLANDSCAPE: Retrospectiva 2021
AutoLANDSCAPE: Retrospectiva 2021

Trouxemos as dicas técnicas baseadas nas dúvidas que mis surgiram no suporte da AuE Software.

CalcLANDSCAPE: Retrospectiva 2021
CalcLANDSCAPE: Retrospectiva 2021

Confira quais foram as dúvidas mais frequente que surgiram no suporte referentes ao CalcLANDSCAPE durante 2021

PhotoLANDSCAPE: Retrospectiva de 2021
PhotoLANDSCAPE: Retrospectiva de 2021

Confira as dúvidas que mais surgiram no suporte da AuE Software do PhotoLANDSCAPE.

VisualPLAN: Retrospectiva 2021
VisualPLAN: Retrospectiva 2021

Confira quais foram as dúvidas que mais surgiram no suporte da AuE Software referentes ao VisualPLAN

Novidades
Vem ai AuE Software 2022: confira mais spoilers!
Vem ai AuE Software 2022: confira mais spoilers!

Enquanto aguardamos o lançamento da nova versão, trouxemos mais uma dica do que os softwares trarão de novidade.

Embrapa disponibiliza ebooks de espécies arbóreas brasileiras
Embrapa disponibiliza ebooks de espécies arbóreas brasileiras

Ao todo são 340 espécies que contem informações sobre ecologia, silvicultura e utilização.

Notícias
Os jardins temáticos de Inhotim
Os jardins temáticos de Inhotim

Ao todo são 8 jardins temáticos dispostos em uma área de 140 ha com mais de 4 mil espécies de plantas nativas e exóticas.

Retrospectiva 2021 AuE Paisagismo Digital
Retrospectiva 2021 AuE Paisagismo Digital

Confira tudo o que foi destaque na revista ao longo do ano de 2021.

Paisagismo no World Architecture Festival 2021 - Part.1
Paisagismo no World Architecture Festival 2021 - Part.1

Conheça os projetos premiados de paisagismos que trazem a temática de restaurar as cidades através de soluções ecológicas.

Arquivo
Edição Anterior

Revista AuE Paisagismo Ano 18 No 211 / Dezembro de 2021

Conteúdo completo

Lista com todas as Edições da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10

Matérias mais comentadas da revista

Projetos
Lista de Projetos

Lista com Todos os Projetos da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10 de Projetos

Lista com 10 projetos mais comentados

Agenda
Conversar no Whatsapp +55(32)3217-1045

X

AuE Paisagismo


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!




Revista no seu E-mail

*
*
*