Entrevista: A paisagista Maria de Fátima fala sobre integração do paisagismo com arquitetura

Autor: Anita Cid - Data: 10/02/2010

Maria de Fátima Lima Machado é bacharel em Economia pelo Centro de Ensino Superior do Amapá (CEAP); Pós-Graduada em Paisagismo Tropical Urbano pela Unama - Belém - Pará; Mestranda em Gestão e Auditoria Ambiental pela Universidade Lion - Espanha.

AuE Soluções: Como foi a escolha pela profissão de paisagista?

Fátima Machado: A infância vivida em uma região de vegetação exuberante despertou nossa paixão pela natureza. O hobby da jardinagem tornou-se uma atividade lucrativa, e direcionou para profissão.

AuE Soluções: Qual é a receita para um bom projeto de paisagismo, que atenda todas as expectativas do cliente?

Fátima Machado: Em um bate-papo bem informal, vamos coligindo informações pessoais, descobrindo as aspirações e gostos. A partir daí, criamos um projeto com essas características. Sempre procuramos respeitar o gosto cliente, no entanto, sem prescindir da orientação profissional sobre o que é apropriado ou não; o que combina ou não - procurando manter o ponto de equilíbrio.
Exemplo: trabalhar com projeto tropical mesclado com um projeto clássico. Se o cliente quer pinheiros e palmeiras - espécies com texturas e formatos de folhagens diferentes vou orientá-lo para não colocá-las no mesmo ambiente. Pode ser feito desde que em espaços separados para que não haja uma visão destoante do ambiente.

AuE Soluções: Você segue algum conceito na construção de seus jardins?

Fátima Machado: Nosso conceito é único. Evitamos buscar referências em algo pronto. A inspiração vem da própria natureza. Nossos projetos diferem sempre um do outro. Os jardins que construímos, tem que ter interatividade com os donos; plasticidade ornamental. Afinal, paisagismo é arte, e tem que causar impacto visual.

AuE Soluções: Como você faz a seleção das espécies botânicas?

Fátima Machado: Pela compreensão da paisagem e de todos os elementos que a compõe. Fenômenos naturais como vento, clima, temperatura, topografia, solo, incidência de sol e outros fatores. Adaptabilidade ao meio, condições fitossanitárias, e se não vai causar deterioração física no local.

AuE Soluções: Como você integra arquitetura e a construção do ambiente com projeto paisagístico?

Fátima Machado: É de vital importância que haja harmonia e equilíbrio da arquitetura externa, topografia e estrutura física, para então compor a vegetação. Por isso, O paisagista deve dialogar constantemente com outros profissionais como engenheiro, arquitetos. O projeto paisagístico nunca deve se sobrepor ao projeto da arquitetura e sim complementar a paisagem externa previamente projetada.

AuE Soluções: Como o clima de Macapá, equatorial quente-úmido, caracterizado por temperaturas de em média 30°C e alta sensação térmica, influi nos seus projetos paisagísticos?

Fátima Machado: Adequamos às espécies arbóreas, compatíveis com o tamanho da área trabalhada. Em terrenos grandes, priorizamos essências florestais nativas da região, que propiciem volume de copas e jogos de sombra em diferentes momentos do dia, conforme a incidência de luz solar.

AuE Soluções: E em relação ao relevo e a vegetação?

Fátima Machado: Os diferentes níveis de superfícies dos terrenos me dá condição de trabalhar a volumetria, com destaque para taludes, o jogo de tons são trabalhados de acordo com sua topografia. Utilizando gramas (tom sobre tom) ficam perfeitos, arbustos, forrações, etc.

AuE Soluções: Como o paisagismo contribui na qualidade de vida da população? Como a prefeitura de Macapá o utiliza para isso?

Fátima Machado: A Prefeitura de Macapá vem desenvolvendo projetos paisagísticos de grande relevância em todos os logradouros públicos, praças, parques, bosques, ruas e avenidas. Revitalizando áreas degradadas, locais de grandes concentrações de público que interferem positivamente no cotidiano, das pessoas, verdadeiros refúgios para relaxar das tensões diárias. Afinal, o Amapá, possui 95% de sua cobertura vegetal nativa.

AuE Soluções: Como o software AutoLANDSCAPE lhe auxilia no seu dia-a-dia profissional?

Fátima Machado: No começo foi uma batalha para me adequar, fiz o curso mas não cheguei a terminar, tive vários entraves com o programa dando conflito com o meu Arq 3d, passava de 3 meses sem reset, quando conseguia fazer funcionar era apenas por um mês ou dias, foi quando participei da Fiaflora em 2008 que peguei umas dicas com o Gustavo, hoje não saberia viver sem o AutoLANDSCAPE, um programa quase completo, orçamento, catálogo de plantas, etc.

AuE Soluções: Dentre os projetos que você realizou, qual deles você destacaria?

Fátima Machado: Da orla em frente à cidade. São 22 mil m² de área construída, pontuada com canteiros e lagos em designer diferentes, caramanchões, aparelhos de ginástica para idosos, playground, passeio para Cooper e caminhadas, canto para leitura e lazer, permeados por espécies ornamentais e florestais, nativas da região bem diversificadas, com intenso verde, onde é possível sentir aromas diferentes ao longo das caminhadas. Foi sem dúvida uma experiência desafiadora e inesquecível.





Veja algumas fotos deste projeto a seguir:


Compartilhar:


Anterior Próximo

Biblioteca gratuita sobre paisagismo.

Comentar
Nome:
E-mail:
Comentário:
Avalie está matéria:



1 - Autor: Stela Machado - Data: 29/11/2012 13:38:49

Muito bem bolado, essa mulher é uma artista,achei tudo muito lindo.Você tem que vir p/ minha cidade aqui no Rio de Janeiro, e fazer isso, pois a minha cidade precisa brilhar como essa. Parabéns ficou tudo muito lindo!!!!!!



2 - Autor: SANDRA LILIANA PUENTES - Data: 21/11/2011 15:00:03

Parabens bom trabalho, tudo é maravilhoso, eu gostei muito, gosto muito que se valorize a arquitetura e a simplicidade. menos é mais.!!



3 - Autor: Germano Filnts. - Data: 17/02/2010

Como amapaense,e empresário da construção civil,conheço algumas restrições,impostas pela Secretaria de Infraestrutura do Estado e prefeitura da capital.Tenho plena certeza, que a Paisagista,obedeceu critérios,que a impediram de usar outros recursos.Gostei.Está ótimo!-Parabens Fátima.



4 - Autor: idevanir dos reis - Data: 16/02/2010

Ola!! Parabens bom trabalho, mais se me permite sugestão (é facil palpitar quando se esta por fora do projeto né?)então eu colocaria pedras grandes e irregulares para valorizar as Cicas, gosto do jardim sem bordadura pois dão mais amplitude visual ao jardim Abçs., Idevanir




Entrevista
Dicas Técnicas
Ecologia
Notícias
Arquivo
Edição Anterior

Revista AuE Paisagismo Ano 6 No 68 / Janeiro de 2010

Conteúdo completo

Lista com todas as Edições da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10

Matérias mais comentadas da revista

Projetos
Lista de Projetos

Lista com Todos os Projetos da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10 de Projetos

Lista com 10 projetos mais comentados

Agenda
Agenda

Agenda de Eventos de Paisagismo

Conversar no Whatsapp

X

Revista gratuita AuE Paisagismo


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!




Revista no seu E-mail

*
*
*