O coronel Roberson Bondaruk fala sobre como prevenir crimes através do paisagismo

Autor: Anita Cid - Data: 05/06/2009

Coronel Roberson Bondaruk

Roberson Luiz Bondaruk é coronel da Polícia Militar no estado do Paraná desde fevereiro de 2007. Ganhou diversas medalhas e títulos por seus serviços prestados, dentre elas Medalha Coronel Sarmento, por relevantes serviços prestados à Polícia Militar do Paraná e Medalha Policial Militar de Ouro, por 30 anos de bons serviços prestados. Além disso, a Polícia Militar do Paraná, através do Coronel Roberson, conquistou a premiação na categoria Inovação e Desenvolvimento Humano, com o prêmio HERMÈS DE L`INNOVATION 2009, concedido pelo Instituto Europeu de Inovação e Estratégias Criativas, entregue em Paris, durante o 2º Encontro Nacional dos Diretores de Inovação. É autor de oito livros, entre eles "A Prevenção do Crime Através do Desenho Urbano" (2007) e "Design Contra o Crime: prevenção situacional do delito através do design de produtos" (2008)

AuE Soluções: Conte-nos um pouco sobre como surgiu a idéia de escrever o livro "A Prevenção do Crime através da arquitetura urbana"?

Coronel Roberson: A Arquitetura contra o crime já existe em países de 1º mundo há muitos anos e quando no final de 2004 tomamos contato com esta tecnologia e queríamos saber em que nível ela era aplicável à realidade brasileira. Em março de 2005, começamos a fazer uma pesquisa que durou até março de 2007, na qual pesquisamos as casas com maior número de furtos e roubos, as lojas mais assaltadas, as ruas as praças e além disso, entrevistamos 287 presos que cumpriam penas por crimes contra o patrimônio, recolhidos ao Departamento Penitenciário do Paraná. Com apoio de psicólogas e assistentes sociais de lá, constatamos que as estratégias da Arquitetura e do Design Contra o Crime eram altamente interessantes para a segurança do Brasil também.

AuE Soluções: Como os fatores ambientais exercem influência na segurança pública?

Coronel Roberson: Toda esta tecnologia faz parte do que se chama de Prevenção Situacional do Delito, na qual se apregoa que todo o crime acontece pela somatória de uma vítima, um agente motivado e uma ambiente favorável. Sem estas três componentes o crime não acontece. Assim detectar o que no ambiente o torna favorável para a ocorrência de delitos é uma excelente forma de prevenção, daí a importância do trabalho de Arquitetos e Engenheiros quando fazem os seus projetos conhecerem quais são os detalhes arquitetônicos de casas, prédios, ruas, cidades enfim, que podem facilitar a ação de delinqüentes.

AuE Soluções: Qual a principal conclusão que o senhor chegou ao terminar de escrever o livro?

Coronel Roberson: Que a participação da comunidade nas questões de segurança pública é fundamental e que setores técnicos como a arquitetura, engenharia e o design de produtos são muito importantes para políticas públicas de segurança que sejam mais efetivas que as tradicionalmente aplicadas.

AuE Soluções: Muitas pessoas acreditam que muros altos são um ótimo recurso para proteger suas casas. No entanto, o senhor afirma que as grades são a melhor opção. Por quê?

Coronel Roberson: Na pesquisa que realizamos 71% dos criminosos entrevistados afirmaram preferir assaltar casas cercadas por muros, pois segundo eles podem se aproximar sem serem vistos e depois que estão dentro da residência podem agir com mais tranqüilidade pois vizinhos e passantes não podem ver o que acontece.

AuE Soluções: O que o senhor constatou a respeito das marquises?

Coronel Roberson: Marquises são plataformas de trabalho para pessoas mal intencionadas. As edificações que possuem marquises tendem a ser mais pichadas, arrombadas e invadidas, pois o delinquente tem uma área confortável de trabalho para executar tais delitos.

AuE Soluções: Como o paisagismo pode contribuir para a prevenção de crimes urbanos?

Coronel Roberson: O paisagismo é fundamental para os espaços urbanos, pois lhe dá vida, tornando-o mais agradável, saudável e mais bem aproveitado pela comunidade que o utiliza. E espaço urbano mais bem utilizado pela comunidade é espaço urbano mais seguro. Há apenas alguns detalhes do paisagismo que são importantes serem lembrados. São eles:
*Que árvores e construções estejam em harmonia com a iluminação, para não gerar sombras e locais de emboscada;
*Que tenha boa manutenção para que o seu crescimento excessivo não gere locais de esconderijo ou dê imagem de decadência urbana;
*Que as árvores tenham seus galhos mais baixos a uma altura mínima de 2 metros e os arbustos estejam aparados com no máximo 1 metro de altura para melhorar a visibilidade local, entre outros.

AuE Soluções: Como deve ser a arborização de áreas públicas para que o local seja mais seguro?

Coronel Roberson: Além do que citamos acima,podemos destacar:
*Árvores com densidade de copa muito alta, reduzem a visibilidade e a iluminação, principalmente quando próximas a condomínios verticais;
*A espécie escolhida para o projeto deveria evitar raízes superficiais que arrebentam as calçadas (salvo se faça tutoramento das raízes para baixo);
*A poda de galhos baixos acima de 2 metros evita a redução da visibilidade e depredações das árvores;
*Árvores que possuem galhos fortes que possam dar acesso a sacadas ou facilitem a transposição de muros e grades, precisam ser podadas.

AuE Soluções: Atualmente, as praças são locais comumente utilizados para uso de drogas. Como o planejamento urbano e o paisagismo podem solucionar este problema?

Coronel Roberson: Inserindo usos no local como quiosques e bancas para o comércio, atividades para a comunidade como esportes para jovens, lazer para idosos entre outros. Praças que são apenas campos gramados são monótonas e acabam sendo pouco frequentadas pelo cidadão, o que facilita que ela acabe sendo mal utilizada ou depredada.

AuE Soluções: Quais atitudes que todos os cidadãos devem ter para ajudar na segurança pública?

Coronel Roberson: Participar da segurança da sua comunidade. Com ações simples que cada um pode praticar sem grandes alterações da sua rotina diária, muito se pode melhorar para qualidade de vida das pessoas. Tudo o que um criminoso quer são pessoas vivendo isoladas e alheias ao que ocorre no entorno. Tudo que promova o isolamento das pessoas, seja no seu comportamento, seja no desenho urbano, precisa ser alterado par que nós tenhamos cidades naturalmente mais seguras.


Compartilhar:


Anterior Próximo

Biblioteca gratuita sobre paisagismo.

Comentar
Nome:
E-mail:
Comentário:
Avalie está matéria:



1 - Autor: cad pmma caldas - Data: 08/04/2012 22:42:18

muito bom o trabalho efetuado pelo Coronel. é um tema referente à segurança de todos atualmente nas grandes cidades. ja estou até pensando em usá-lo ocmo base para minha monografia. Obrigado Coronel.



2 - Autor: EDILZA - Data: 12/10/2010 15:03:44

mUITO IMPORTANTE ESSAS INFORMAÇÕES PASSADAS PELO CEL ROBERSON BANDARUK, ALGUNS DETALHES QUE PASSAM DESPERCEBIDOS PELA COMUNIDADE, QUE FAZEM MUITA DIFERENÇA. PARABÉNS CEL ROBRSON



3 - Autor: vandia schneider - Data: 25/02/2010

Acho que este é o exemplo que todos deveriam seguir atraves da pessoa do coronel.Roberson onde td que se precisar é acreditar, e dar um primeiro passo para mudar.parabens.



4 - Autor: Arq. Patrícia Takaki - Data: 01/10/2009

Concordo com as indicações do Coronel. Também acrescento a importância da utilização massiva do transporte público para gerar movimento de pessoas nas ruas e praças, proporcionando maior segurança ao transeunte. A cidade de Buenos Aires é um exemplo disto.



5 - Autor: IDEVANIR - Data: 07/06/2009

Parabéns! Realmente o coronel tem razão e principalmente os arquitetos devem prestar atenção no paisagismo urbano e os cidadãos devem cobrar das prefeituras as podas regulares das espécies plantadas nas calçadas abraços.



6 - Autor: Antonio Silvio Nunes Costa - Data: 07/06/2009

Sem dúvida a arquitetura urbana pode dar uma grande contribuição para a redução da criminalidade.O plano diretor de arborização urbana pode contribuir para a melhoria desse serviço tendo em vista que muitos são os fatoes que serão considerados para a arborização urbana,desde a largura da calçada a espécie adequada ,o tipo de solo, o porte etc.Parabéns ao coronel pelo trabalho e pela matéria.



7 - Autor: Gustaaf Winters - Data: 05/06/2009

Parabéns pela matéria!! O Cel. Roberson Bondaruk vem para engrossar a opinião de que somente os paisagistas em geral,assim como os arquitetos e engenheiros tem a solução para diminuir a criminalidade. Isso tem a ver com a "Teoria da Janela Quebrada", que em Nova York diminuiu a criminalidade em 2/3 e, em 75% as contravenções em geral.
Um abraço
Gustaaf Winters




Conversar no Whatsapp

X

Revista gratuita AuE Paisagismo


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!




Revista no seu E-mail

*
*
*