Carol Costa e tudo o que envolve o universo das plantas

Autor: Jéssica de Souza - Data: 05/04/2022

A Revista AuE Paisagismo Digital traz neste mês a segunda parte da entrevista com Carol Costa. Desta vez iremos falar sobre as diferentes transformações do mercado durante a pandemia, a importância de estar sempre buscando novos conhecimentos e o trabalho conjunto entre jardineiros e paisagistas. Confira!


As transformações decorrentes da Pandemia

Em 2020 o mundo começou a se transformar com a pandemia, lockdown, uso de máscaras, distanciamento, home office. Foi necessário nos adaptarmos a essa nova realidade e, sob a perspectiva do mercado, alguns negócios sentiram mais essa mudança do que outros.

No setor das plantas, por exemplo, temos diversas ramificações como floriculturas e escritórios de paisagismo; cada um viveu esse período de uma maneira diferente e alguns devido à sua relação com outro setor. Eventos foi um negócio que teve um baque muito grande, proibidos de acontecer por ter uma situação de aglomeração em um mesmo ambiente, com isso o ramo de flores de corte (faz arranjos, buquês, ornamentos) também sofreu esse impacto, não tendo para quem fornecer seus produtos. Já os viveiros tiveram suas vendas alavancadas porque o paisagismo teve uma valorização na pandemia.

”(...)Mas eu acho que é como acontece no ecossistema em geral. Não deixa de ser um ecossistema de mercado de trabalho, você às vezes tem flutuações, um momento uma coisa está em alta, em outro momento está em baixa, tem fusões, é um fluxo sempre se movimentando.”


Essa frase exprime o que é preciso que o setor de plantas faça para continuar em funcionamento: se movimentar. Os empreendedores precisam fazer uma releitura dos pontos fracos e fortes da empresa e, com isso, traçar novas estratégias para se adaptarem ao mundo pós-pandemia.

Carol cita como exemplo de mudança de estratégia o setor imobiliário. Antes a procura por locais próximos ao metrô era maior, apartamentos pequenos e funcionais, as pessoas não ficavam muito em casa, então as prioridades ao escolher um imóvel eram outras. Com a pandemia essa realidade mudou e começou a busca por conforto e qualidade de vida, casas com mais espaço, mais iluminação natural e busca por ambientes mais verdes. Então as imobiliárias tiveram que se adaptar a essa nova demanda dos clientes:

”(...)quando você chega em um lugar que tem bastante planta aquilo comunica leveza, comunica uma qualidade maior de vida. Agora que quebrou-se a barreira da empresa e da casa que você descansa, que tudo ficou um bololô só, a planta vai ajudar quem faz home office a ter paz de espírito, um refúgio dentro de casa. Eu falei com o pessoal da imobiliária ‘5° andar’ em 2021 e eles estavam me sondando justamente para inciativas juntos, me explicaram que durante a pandemia a procura por apartamento garden aumentou imensamente.(...)”



Ensino para todos os públicos

Buscar conhecimento em relação às espécies de plantas que se está trabalhando faz com que possamos explorar ao máximo o seu potencial. É preciso saber o ambiente adequado para o plantio, como plantar, a manutenção correta, desde informações mais básicas até as mais técnicas, para que se possa criar um jardim de qualidade.

O que vai ditar o que será ensinado em cursos, vídeos e livros é o público a qual se pretende atingir. É importante também fazer uso de uma linguagem compatível, não dá para falar termos muito técnicos em um curso de jardinagem para iniciantes, eles não irão entender o que é uma herbácea rizomatosa e acúleos, até a informação mais simples precisa ser passada em detalhes para que o aluno entenda realmente as características das plantas.

”(..)se a gente quer um mercado sólido e estamos na linha de frente comunicando, temos que ter toda gentileza e generosidade do mundo, porque nós fomos as pessoas que não sabiam o que era uma violeta em algum momento. Então eu sinto que precisamos fazer um trabalho um pouco mais educativo de mostrar uma gérbera e dizer que ela é prima do girassol, da margarida e da calêndula; mostrar que ela tem no amarelo, vermelho, cor de rosa, laranja.(...)”


É devido a todo esse cuidado ao comunicar que Carol Costa atinge esse sucesso no Universidade Minhas Plantas, uma plataforma de ensino com mais de 30 mil alunos, repleta de conteúdo para quem quer aprender a cuidar de plantas, com módulos desde o básico até o profissionalizante. Os temas são baseados nos retornos que os alunos vão dando com o decorrer das aulas, através de formulários eles podem sugerir outros assuntos e dependendo da demanda é acrescentado nos módulos. Atualmente a universidade conta com 6 módulos, está para lançar o 7° sobre frutíferas, e sempre terá assunto para ser abordado:

”(...) esse universo da jardinagem é muito abrangente, eu falo que ele é o ponto de partida de um monte de ciência hoje. Você pode ter um olhar da planta como alimento e vai para gastronomia, pode ter um olhar da planta como remédio e vai para ervas medicinais, olhar da planta estrutural e plantar bambu para construção, trabalhar com árvores para conseguir a madeira delas e ir para o universo da engenharia civil arquitetura, usar as formas das plantas como um modelo espacial de trabalho e para técnicas de bioconstrução ou para desenhos modernos arquitetônicos. Existem muitos olhares que vão parar na planta.(...)”


Seja um jardineiro, paisagista ou uma pessoa que vai cuidar do seu próprio jardim, aqui a chave para o sucesso é estar sempre aprendendo. Se possível busque informações que complementam seu trabalho dentro de outras áreas. A trofobiose, por exemplo, é um assunto falado dentro da agronomia, mas também é válido para jardineiros porque explica que uma planta com nutrientes equilibrados tem menos chances de adquirir pragas e doenças.


Fonte: Acervo Minhas Plantas.




Da jardinagem ao paisagismo

Considerando as diferenças entre estes dois profissionais podemos relacionar o jardineiro como a pessoa que cuida dos jardins, fazem o plantio, manutenção, tem um conhecimento adquirido ao longo do tempo de trabalho e até mesmo em alguns cursos. Já o paisagista possui uma formação mais técnica, entende o espaço como um todo, tipo de solo, clima, perfil do cliente, estética, revestimento e mobiliário.

Mas não existe aqui uma exclusão, ambos são fundamentais para a qualidade do espaço. Por exemplo, o condomínio quer criar um espaço verde na sua área de lazer, para isso contrata um paisagista para pensar no local, com vegetação, um lago, pergolados, bancos, um parquinho, quadra de esporte; mas também vai precisar de um jardineiro para manter os jardins que foram criados sempre bem cuidados. É um trabalho em conjunto.

E nada impede que uma pessoa que trabalha na jardinagem queira migrar para o paisagismo. Nos cursos da Carol acontece muito isso, pessoas começarem a cuidar de jardins, gostarem cada vez mais da área, buscam cursos mais técnicos e se tornam paisagistas. Inclusive o Minhas Plantas oferece um curso de paisagismo justamente por causa desta demanda:

”(...) em setembro do ano passado colocamos na plataforma um curso de paisagismo em vasos, um curso não profissionalizante obviamente, mas que ainda é o primórdio do paisagista. É o curso que vai preparar a pessoa para um curso de paisagismo, noções básicas de volumetria, diagnóstico do ambiente, entender norte e sul, vento, ele é muito básico mesmo, para quem sabe da jardinagem e agora tá querendo fazer combinações e ta perdido. O que é um desenho colunar, o que é uma touceira, topiaria, a gente trabalhou bastante isso, tem 15 projetos neste curso (..) eu diria se a pessoa tem vontade de virar paisagista este é o passo 0.”


O aluno adquire todo o conhecimento da jardinagem e começa a entrar no universo do paisagismo. A partir daí ele pode se aprofundar em outros lugares que oferecem cursos específicos para paisagistas como o Centro Paisagístico Gustaaf Winters, Escola de Paisagismo de Brasília, IBRAP Paisagismo, dentre outros.


Chegamos ao fim da nossa conversa com a Carol Costa. Para quem ficou interessado na Universidade Minhas Plantas e nos outros cursos oferecidos acesse o site https://minhasplantas.com.br/cursos/ para obter mais informações. Também estão disponíveis para venda os livros Minhas Plantas Paisagismo para Todos, Minhas Plantas Jardinagem para todos, Diário 365 dias para Plantar, Cactos e outras Suculentas para Decoração e Hortas em Vasos.

Aproveitamos para divulgar que a AuE Software possui uma biblioteca de ebooks de paisagismo que você pode baixar gratuitamente. Acesse o site https://auesoftware.com/Biblioteca.aspx e faça seu download!



Minhas Plantas nas redes sociais:
Site: Minhas Plantas
Facebook: Minhas Plantas
Instagram: @minhasplantas
Youtube: Minhas Plantas


Compartilhar:


Anterior Próximo

eBook: Planta baixa técnica x Planta humanizada em paisagismo

Comente esta matéria:
Nome:
E-mail:
6 + 1 = ?
Digite o seu comentário sobre a matéria:
Qual a sua avaliação sobre esta matéria ?



---
Entrevista
Carol Costa e tudo o que envolve o universo das plantas
Carol Costa e tudo o que envolve o universo das plantas

Na segunda parte da conversa falamos sobre as transformações do mercado durante a pandemia, busca de conhecimento e relação jardineiro x paisagista.

Lançamentos
Upgrade para a versão AuE Software 2022
Upgrade para a versão AuE Software 2022

Confira como será realizado os upgrades para a nova versão dos softwares.

Botânica
Sistemas Agroflorestais
Sistemas Agroflorestais

Saiba mais sobre esses sistemas que são utilizados para restaurar florestas e recuperar áreas degradadas.

Ensino de paisagismo
Agenda de Aulas Introdutórias AuE Software 2022
Agenda de Aulas Introdutórias AuE Software 2022

As aulas estão previstas para acontecer no mês de Maio e você já pode fazer sua reserva.

Agenda de Cursos ao vivo AuE Software 2022
Agenda de Cursos ao vivo AuE Software 2022

As datas estão agendadas para o mês de Maio e você já pode fazer sua reserva.

AuE Network
Coleção de divisores Biancogres - 2022
Coleção de divisores Biancogres - 2022

Veja a coleção de divisores da marca Biancogres disponibilizada pela AuESoftware para download, em abril de 2022.

Coleção Tok&Stok - Sofás e assentos s/ almofada - 2022
Coleção Tok&Stok - Sofás e assentos s/ almofada - 2022

Veja a primeira coleção de mobiliários para área externa da Tok&Stok, publicado pela AuESoftware em abril de 2022.

Dicas Técnicas
AutoLANDSCAPE 2022: Antes e depois
AutoLANDSCAPE 2022: Antes e depois

Conheça o visual repaginado do software

VisualPLAN 2022: Inclusão da Aba VisualRender
VisualPLAN 2022: Inclusão da Aba VisualRender

Novidades da nova versão com lançamento marcado para o próximo mês de maio

CalcLANDSCAPE 2022: Preços de insumos
CalcLANDSCAPE 2022: Preços de insumos

Comparar preços de insumos, salvar preços de insumos em fornecedor, reajustar, controlar, veja como ficou mais fácil no 2022

LandManager 2022: Confira o novo visual
LandManager 2022: Confira o novo visual

Veja o novo visual do LandManager 2022, icones mais modernos e harminiosos.

PhotoLANDSCAPE 2022: Novos Exemplos e Templates
PhotoLANDSCAPE 2022: Novos Exemplos e Templates

Veja novidades da versão 2022 que será lançada em maio de 2022.

Novidades
I Fórum Nacional Paisagem e Modernidade
I Fórum Nacional Paisagem e Modernidade

A Docomomo Brasil realiza em Abril um evento voltado para a importância da preservação dos patrimônios paisagísticos nacionais. Confira a programação.

Ciclos de seminários e exposições ”Paisagens de Aquém e Além Mar”
Ciclos de seminários e exposições ”Paisagens de Aquém e Além Mar”

Iniciado em Setembro de 2021 os ciclos ainda continuam trazendo informações sobre o universo do paisagismo de Portugal e Brasil.

SBAU: Próximos eventos para Arborização Urbana
SBAU: Próximos eventos para Arborização Urbana

A SBAU já divulgou a data de dois eventos que acontecem no mês de Abril e Maio. Confira a programação e inscreva-se!

Notícias
Xeropaisagismo: compondo jardins com plantas que necessitam de pouca água
Xeropaisagismo: compondo jardins com plantas que necessitam de pouca água

Confira uma lista de 10 espécies que podem ser usadas no jardim e suas principais caracteristicas.

Bicentenário de Frederick Law Olmsted
Bicentenário de Frederick Law Olmsted

Conheça um pouco da trajetória do arquiteto paisagista que contribuiu com projetos paisagísticos famosos no mundo.

Keukenhof: O paraíso das flores
Keukenhof: O paraíso das flores

Saiba mais sobre este Parque que durante durante a primavera abre aos visitantes e oferece um paraíso com cerca de 7 milhões de bulbos.

Arquivo
Edição Anterior

Revista AuE Paisagismo Ano 18 No 214 / Março de 2022

Conteúdo completo

Lista com todas as Edições da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10

Matérias mais comentadas da revista

Projetos
Lista de Projetos

Lista com Todos os Projetos da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10 de Projetos

Lista com 10 projetos mais comentados

Agenda
Conversar no Whatsapp +55(32)3217-1501

X

AuE Paisagismo


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!




Revista no seu E-mail

*
*
*