Pedro Mendes fala sobre os benefícios da arborização urbana

Autor: Anita Cid - Data: 01/10/2008

Pedro Mendes Castro é Engenheiro Agrônomo formado pela Universidade Federal de Viçosa (UFV), em 1983. Especialista em Gestão de Recursos Hídricos pela UFV (1997); Arborista Certificado pela International Society of Arboriculture, presidente da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana, no período entre 2006 a 2009 e Analista de Meio Ambiente da Cemig Distribuição S/A.









AuE Soluções: Quias são os fatores a serem considerados no processo de arborização das cidades?

Mendes: Primeiramente deve ser realizado um levantamento das espécies de árvores existentes, tanto em locais públicos (ruas, praças, canteiros centrais, etc.) quanto em terrenos particulares.
Nesse levantamento, chamado inventário, deve-se avaliar o estado em que essas árvores se encontram, as condições ambientais que as cercam (largura de calçadas,disponibilidade de área de infiltração de água de chuva, obstáculo ao seu crescimento, existência de redes públicas de serviços, dentre outros) e quais as recomendações de manejo aplicáveis a elas. Ainda no inventário são feitas levantamentos da disponibilidade de espaços "arborizáveis" na cidade, inclusive com sua caracterização e possível indicação de espécies para ocupação dos espaços disponíveis.

AuE Soluções: Quais são os fatores a se considerar quando se realiza o manejo das árvores?

Mendes: Devemos considerar a espécie arbórea envolvida, idade do indivíduo, estado sanitário em que se encontra e condições do meio onde se encontra a árvore a ser manejada. Todos esses fatores têm importância na recomendação do manejo, mas destaco que a condição sanitária do indivíduo pode ser determinante quanto a possíveis intervenções humanas.

AuE Soluções: O que a falta de manejo pode causar tanto as árvores quanto à população?

Mendes: O plantio e condução de árvores em meios urbanos exige o constante acompanhamento de seu estado, bem como intervenções periódicas visando a adequar a árvore ao espaço onde ela se encontra, bem como evitar que possíveis perdas de galhos venham a provocar distúrbios e acidentes com pessoas e com o patrimônio físico. Árvores estão em constante mudança, emitindo novas brotações, renovando total ou parcialmente sua folhagem e mesmo galhos, emitindo flores e frutos segundo seu próprio ritmo fenológico. O manejo das árvores consiste na identificação desses fenômenos, bem como possíveis degenerações a que as árvores podem vir a ser submetidas (podridões, ataques de insetos, alterações no local de plantio, etc) e a intervenção humana antes que essas alterações venham a causar algum tipo de dano material ou acidentes com pessoas, seja através da queda da árvore inteira, seja através da queda de partes da árvore, notadamente galhos. As principais intervenções realizadas em programas rotineiros de manejo de árvores urbanas consistem na poda de formação, poda de manutenção, poda de segurança e avaliação de riscos. A remoção da árvore pode vir a ser realizada, sempre que ela apresentar um grau de risco incompatível com o espaço onde se encontra.

AuE Soluções: Quais os benefícios que podemos obter com a arborização urbana?

Mendes: As árvores urbanas são consideradas hoje um Serviço de Utilidade Pública, em virtude dos benefícios que proporcionam ao ambiente das cidades. Dentre eles podemos citar a redução de extremos de calor, seja através da sombra direta, seja através da interceptação de raios solares que refletem em superfícies construídas e contribuem para a formação de ilhas de calor. Além disso, elas absorvem e retêm parte da água de chuva, contribuindo para evitar que essa água atinja as superfícies impermeáveis do solo urbano, causando enchentes nas partes mais baixas da paisagem. Outra contribuição das árvores se relaciona ao seqüestro de carbono, contribuindo dessa forma para a redução na velocidade de incremento do efeito estufa.
Apesar de contribuírem de forma significativa para a redução de algumas condições adversas que ocorrem nos meios urbanos, é preciso salientar que as árvores são parte da solução desses problemas, e que o planejamento urbano e a redução da emissão de poluentes são também fundamentais para se mitigar aspectos desfavoráveis da ocupação antrópica nas cidades.

"As árvores urbanas são consideradas hoje um Serviço de Utilidade Pública, em virtude dos benefícios que proporcionam ao ambiente das cidades."


AuE Soluções: Como as árvores plantadas no perímetro urbano podem contribuir para a retenção de água?

Mendes: A superfície das folhas, galhos e troncos retêm parte da água de chuva, permitindo posterior evaporação ou reduzindo o tempo que levariam para atingir o solo. Além disso, quando devidamente implantadas, com significativa área de infiltração ao redor da base do tronco, essa água retida nas superfícies citadas tende a se infiltrar nessa região, deixando de escoar pelas superfícies impermeáveis dos centros urbanos.

AuE Soluções: Como a arborização urbana contribui para a redução dos gastos de energia?

Mendes: Através da criação de ambientes sombreados, onde a incidência de luz solar (e conseqüentemente da energia solar) é reduzida. Nesses ambientes, a necessidade de utilização de aparelhos de ar condicionado é reduzida, contribuindo para a redução do uso de energia elétrica.

AuE Soluções: Quais são os benefícios da arborização urbana na qualidade do ar e como ela reduz o risco de enxurradas?

Mendes: Os benefícios estão relacionados à captura do gás carbônico presente na atmosfera, e um dos responsáveis pelo aquecimento global. Através da fotossíntese (processo de geração de energia nos vegetais), as árvores retiram carbono da atmosfera, e na presença da luz solar reagem essa molécula de CO2 com água absorvida do solo, resultando em uma molécula de açúcar, que é utilizada no metabolismo da planta e na síntese de substâncias como a celulose, que são parte da estrutura da árvore. Além disso, as folhas das árvores podem reter em sua superfície grandes quantidades de partículas sólidas presentes no ar das cidades, contribuindo para reduzir sua concentração. A título de ilustração, uma árvore adulta pode capturar até 50 kg de CO2/ano e remover da atmosfera até 4,5 kg de outros poluentes.
No que concerne à contribuição para reduzir o escoamento superficial decorrente das chuvas, o volume de água retido nas superfícies das folhas pode chegar a 3800 litros de água/ano, dependendo da espécie. Isso equivale a uma estrutura cúbica de concreto com 15,6 metros de lado.

Qual seria o custo-benefício de se ter um bom projeto de arborização urbana?

Mendes: No Brasil ainda são incipientes os estudos que avaliam o valor dos serviços prestados pelas árvores ao ambiente urbano, sendo este um dos grandes desafios envolvendo a arboricultura no País. Todavia, estudos realizados em países onde a arboricultura é mais desenvolvida apontam para uma relação custo/benefício da ordem de 1:4. Ou seja: para cada unidade monetária aplicada na implantação e manutenção das árvores urbanas, o retorno financeiro pode chegar a 4 unidades monetárias. É uma atividade extremamente lucrativa e é imperioso desenvolvermos estudos semelhantes no Brasil, a fim de divulgarmos o valor das árvores e a necessidade de que sejam implantadas por profissionais devidamente habilitados em Arboricultura.

"Estudos apontam que para cada unidade monetária aplicada na implantação e manutenção das árvores urbanas, o retorno financeiro pode chegar a 4 unidades monetárias"


AuE Soluções: O que cada indivíduo pode fazer para contribuir na arborização urbana?

Mendes: Procurar sempre o apoio da Prefeitura de sua cidade, caso venha a plantar ou fazer qualquer intervenção em árvores localizadas em vias públicas ou mesmo em terrenos particulares. O apoio técnico e a participação de profissional habilitado é fundamental para que intervenções inadequadas não sejam praticadas nas árvores, contribuindo negativamente para suas condições sanitárias.

AuE Soluções: E os paisagistas?

Mendes: É preciso que haja uma interação muito estreita entre os profissionais que planejam a paisagem urbana e aqueles voltados para a manutenção de árvores. Somente essa interação pode garantir que espécies adequadas serão plantadas nos ambientes urbanos, segundo as melhores práticas arboristas, garantindo assim árvores que viverão por mais tempo e, conseqüentemente, contribuirão por mais tempo para melhorar a qualidade vida nos ambientes urbanos.


Compartilhar:



eBook: Planta baixa técnica x Planta humanizada em paisagismo

Comente esta matéria:
Nome:
E-mail:
7 + 2 = ?
Digite o seu comentário sobre a matéria:
Qual a sua avaliação sobre esta matéria ?



1 - Autor: Willian Martins - Data: 21/09/2010 11:02:28

Parabéns Muito esclarecedor. Essa matéria deve ser considerada como parte de comemoração ao dia da arvore, sendo oferecida a elas como um grande presente na comemoração do seu dia.



2 - Autor: Celso Mendes - Data: 13/01/2010

A árvore certa no lugar certo. 5000 árvores nativas brasileiras tem poenciasl de uso na arborização dos espaços livres urbanos. Em Belo Horizonte, usamos umas 30 ou 40. Quanto maior o interesse pela matéria, mais acertada será a escolha e os beneficios desse serviço. Parabens Pedro pela valiosa contribuição para a qualidade de vida nas nossas cidades.



3 - Autor: Celso Mendes - Data: 13/01/2010

A árvore certa no lugar certo. 5000 árvores nativas brasileiras tem poenciasl de uso na arborização dos espaços livres urbanos. Em Belo Horizonte, usamos umas 30 ou 40. Quanto maior o interesse pela matéria, mais acertada será a escolha e os beneficios desse serviço. Parabens Pedro pela valiosa contribuição para a qualidade de vida nas nossas cidades.



4 - Autor: Celso Mendes - Data: 13/01/2010

A árvore certa no lugar certo. 5000 árvores nativas brasileiras tem poenciasl de uso na arborização dos espaços livres urbanos. Em Belo Horizonte, usamos umas 30 ou 40. Quanto maior o interesse pela matéria, mais acertada será a escolha e os beneficios desse serviço. Parabens Pedro pela valiosa contribuição para a qualidade de vida nas nossas cidades.



5 - Autor: Julianne Marta - Data: 17/10/2008

Maravilhosa contribuição.Bom começo para o estreitamento e a parceria com os profissionais de paisagismo.



6 - Autor: Anailda Angélica Lana Drumond - Data: 02/10/2008

Tenho somente que dar os parabéns a esta matéria. É de fundamental importância que destaquemos os benefícios e custos envolvidos na arborização urbana. E me veio em boa hora para servir de incentivo na região onde moro atualmente. Me sinto no dever de fazer algo para modificar a situação atual da cidade.



7 - Autor: antonio Jose veloso - Data: 01/10/2008

parabens pelo texto, muito colaboarar para nos urbanistas



8 - Autor: Rosemeri - Data: 30/09/2008

Muito bom pena a serviçi de energia eletrétrica não pensa desse jeito tambem. saem destruindo tudo.



9 - Autor: Giovane Lins - Data: 29/09/2008

Temos, hoje, dar mais foco pra esse assunto sobre urbanização e temos q ter conciência que a arquitetura não é só prédios bonitos e surreais e sim saber englobar sua criação ao universo paisagistico e com consiência de conforto termico do mesmo.



10 - Autor: Pedro Tillmann - Data: 29/09/2008

A/C Sr Mendes
Tenho plena certeza que em breve possuiremos profissionais na área como o Sr. Mendes, um país atrasado como o Brasil tem que dar mais importância as áreas técnicas, criando novas escolas. Está reportagem dever ser enviada aos meios de comunicações saibam que pessoas tem tentado melhorar a vida das cidades..... a pobreza da politica faz com que o povo viva ainda em senzala.




Entrevista
Dicas Técnicas
Notícias
Arquivo
Edição Anterior

Revista AuE Paisagismo Ano 5 No 52 / Setembro de 2008

Conteúdo completo

Lista com todas as Edições da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10

Matérias mais comentadas da revista

Projetos
Chácara em Campo Alegre
Chácara em Campo Alegre

Alexandre Kempinsky

Lista de Projetos

Lista com Todos os Projetos da Revista Paisagismo Digit@l

Top 10 de Projetos

Lista com 10 projetos mais comentados

Agenda
Conversar no Whatsapp +55(32)3217-1501

X

AuE Paisagismo


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo do paisagismo? Informe seus dados para mantermos contato!




Revista no seu E-mail

*
*
*